Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
  
Quando se ama e se entrega
Pensamentos que fantasiam
Perdem-se entre desejos
Por alguém, e sente medo
 
Sente medo o coração
Pede calma no pulsar
A alma que um dia ferida
Sente medo para amar
 
Sente medo à alma que sofreu
De se entregar ao amor
Que por pouco quase morreu
Sente medo alma sofrida
 
Que entre feridas estremeceu
Das ilusões que marcou um dia
Ansiou um amor que tocou falso
Marcou no peito a dor doída
 
Sente medo o coração...
De entregar novamente a paixão
Das tristezas que só aumentaram
Maltratando-o com frustração


Andreia Cristina Guadagnin
Enviado por Andreia Cristina Guadagnin em 01/08/2005
Código do texto: T39476
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andreia Cristina Guadagnin
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil, 40 anos
199 textos (20219 leituras)
2 e-livros (138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:48)
Andreia Cristina Guadagnin