Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DIA EM QUE AS ESTRELAS SE MOSTRARAM DE DIA

(Dedicado à Mercêdes Pordeus)

Foi numa noite e na inconstância do tempo e sem desejos que nos achamos
como duas pobres pobres almas, sem rumo e perdidas no tempo dos tempos,
E foi muito lentamente e aos poucos e poucos que uma linda amizade criamos
amizade que perdurou na nossa vida por muito tempo e com bons momentos.

Durante alguns anos foi o reaprender que levou ao reencontramos nossas almas
e de conhecimento em conhecimento subimos o degrau ao encontro do amor,
A linda amizade que tinhamos, saiu fortalecida pois elas do carinho foram renascidas
num sublime e grande encontro de almas gemeas forjadas num belo e suave calor.

Finalmente aconteceu o encontro físico, encantado em versos sublimes, com ardor
E resplandecente, foi naquela linda manhã de três de Agosto que tudo aconteceu
Manhã onde as estrelas se mostraram ao dia, sorriram e brilharam em dia feito amor

Agora o tempo é constante, é belo, é raiado de lindas matizes, não se perdeu
Ele é quente, é grande, é revigorado no dia a dia por um belo e sublime amor
o amor que sonhado por muitos e concretizado por poucos, nunca morreu.

03.Agosto.2005
Victor Jerónimo
Enviado por Victor Jerónimo em 03/08/2005
Código do texto: T39870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Jerónimo
Recife - Pernambuco - Brasil, 67 anos
82 textos (5697 leituras)
4 e-livros (176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:31)
Victor Jerónimo