Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Maria Geringonça"

Maria Geringonça
 

Lá vai ela desesperada
Toda feia desengonçada
Cabelo todo espetado, coitada
Todo arrepiado, embaraçado
Parece que nunca na vida viu
Um pente pra ser penteado...
 
Vai falando alto sozinha
Na rua, pensam que é louca
Mas só vai cantando modinha
Pra aliviar sua vidinha
Vidinha de tão sozinha...
 
Lá vai ela pobre coitada, desgrenhada
Abandonada, desamparada
"La vai a Maria Safada"
Coitada! Ela é só desengonçada
Que deseja uma vez na vida
Ser feliz, ser gente, ser notada...
 
Os meninos da rua gritam:
"La vai a Maria Maluca"
Maluca, que nada!
Ela é só despenteada
Tem desejo de gostar
Tem loucura para amar...
 
La vai ela, desesperada
Toda feia, tão maltratada
Vestindo roupa usada
Por todos, desrespeitada
Coitada! Tão humilhada
Querendo amar, ser amada...
 
Maria Geringonça
Geringonçada Maria
Tão sofrida todo dia
Nem beleza, nem ninguém
Só esperanças ela tem
Que um dia seja alguém...
 
 
Myriam Peres
Myriam Peres
Enviado por Myriam Peres em 07/08/2005
Reeditado em 07/08/2005
Código do texto: T41114
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Myriam Peres
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 86 anos
473 textos (54609 leituras)
5 e-livros (275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:07)
Myriam Peres