Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pernas-portas

Um turbilhão de gente,
mentes e sexos ociosos.
A vida pulsa quando cheira a suor.

Pêlos passam pelos dedos,
aderência animal.
A vida fecha as pernas
no décimo oitavo orgásmo.

Há sinal de cansasso, fraquesa,
dor física...
Minha mente, delinquentemente,
deseja tanta gente,
mas as portas se fecham.
E pernas também.
Pernas-portas.
Dil Erick
Enviado por Dil Erick em 13/08/2005
Reeditado em 04/09/2005
Código do texto: T42432
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dil Erick
Macapá - Amapá - Brasil, 29 anos
325 textos (13533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:44)
Dil Erick