Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

des (fecho)

Palavras.
Tiros que matam, ferem, roem os eixos construtores.
Estabilidade afetada por desencontros de idéias.
Dias seguidos de ofensas, cobranças, atividades não feitas.
Peça insignificante de um quebra cabeças.
Realidade.
Condição da mulher. Servidão.
Submissão.  Doar-se. Gerar, cuidar, educar, condicioná-los, incondicionalmente.
Estrutura espiritual, social... Eram três os porquinhos?
 Sopros...
Gritos, desamores, elogios maldosos. Situações apenas.
Segurança ameaçada.
Coação. Medo do não visível.
Inadmissível o falar. Manifestar-se.
Cale-se!
Sustente-se!
Venha e sirva-me da porção doada pelos deuses...
Hóspede desfrutável num castelo de falsos pudores..
Mente desestruturada. Doente?
Mente.Mente não  mente?
Sentenças.
Cabeça à corte. Esperem! Defesa?Advogado!.
Disseram-me ter direito...
Demora a chegar o dia da justiça na terra das Marias?
É escarlate o que bombeia o motor.
Anil o que o sustêm.
Onomatopéias...
Quero ver o mar.!
Já é noite?
Aqui dentro sempre é noite..
Quero o dia coberto de gaivotas, pardais. Flores  não  as quero sobre meus sonhos. Cheiram a desilusão.
Caminho solitário o da  busca da casa da vovó.  O lobo segue entre as folhagens. Observa. Seu odor rente à face.Imaginação fértil que nem os óvulos. Um sonho entre dez mil desilusões.
Renda-se.
Rendas?
Condição social estável.
Compreenda...situações apenas...
Caviar ou pizza?
Espias? Nada! Apenas reflexões de um  espírito abatido. Confusão de idéias.
Correntes que se rompem? Fantasias. Mas nem sequer é meia-noite...
A porta está aberta. Não é um convite. Uma exigência.
Nada consta.
Nada!
Apenas uma escrava liberta. Alforria?
Silêncios...
Palavras... Que lavam a terra. Trazem à tona os lodos. Lama que suja a alma.
Perdão o alvejante. Odor apenas o que fica. Podridão dos silêncios impenetráveis.
Juiz aos imortais. Tribunal aos filhos da escuridão.
Tudo e nada. Palavras apenas.
veronica eugenio
Enviado por veronica eugenio em 14/08/2005
Código do texto: T42593

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
veronica eugenio
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
39 textos (2379 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:19)
veronica eugenio