Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLÁ!.. ESPERANÇA

Vem cá bem depressa e olha pra mim,
Mas como sempre, olhe-me de frente,
Não desvie este seu lindo olhar agora,
Pois, hoje quero olhar-te firmemente.

Olá! minha amiga de sempre,
Fale comigo no meu coração,
Chame a sua amiga a felicidade,
Pois preciso muito de sua atenção.

Não me vire as costas de novo,
Não jogue no lixo meus sonhos,
Sei que você se importa comigo,
E ver-me bem é só o que preciso.

Olha, eu chamei-te de volta esperança,
Pois, mandei a insegurança andar,
Expulsei a minha solidão e a minha dor,
Deixei apenas a minha criança ficar,
Aquela que sempre acreditou no amor.

Ah! Deixei ficar as lembranças no cantinho,
Daqueles bons momentos por qual passei,
E numa caixinha a minha saudade tranquei,
Para não fazer aquela bagunça costumeira,
Sei que tudo isso é besteira, devia isso jogar,
Mas te juro, vou fazer de tudo pra não abrir.
Vai ficar ali bem guardada junto ao que senti.

Puxa! minha linda amiga esperança,
Que bom sentir que você enfim voltou,
E que com toda sinceridade me olhou,
Que bom que chamou a felicidade,
E ela toda gentil preencheu o meu vazio,
Vem cá! quero te abraçar como de costume,
E nunca mais esquecer esse mágico perfume,
Pois, sei que ao teu lado voltarei a sonhar,
E verei assim todos os meus sonhos se realizar .

27/07/03
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 22/08/2005
Reeditado em 17/07/2016
Código do texto: T44370
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:11)
Sonia Ferraz

Site do Escritor