Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE PÉ PELO BRASIL

(para José Moreira da Silva e seus 50 anos de Poesia)

Devolvo o verso para o nordestino vencedor,
que poderia ter sido candango, teatino,
mas por ser lutador, comprometido com o seu tempo,
é milico graduado, advogado, escritor
e, de lança em riste se fez poeta.

Devolvo o verso, com um aperto de mão,
o tiro livre na garganta e o coração feliz.
Dentro de mim, como um lírio,
a pureza da poesia decanta mágoas, tristezas
e acompanho os sonhos com um bordão na mão.

O canto nordestino é identidade de tempo e verso,
agentes lúcidos e mudos, seus ícones seculares.
Alevanta-se o novo e o antigo: Antônio Frederico,
Joaquim José da Silva Xavier
e José Moreira da Silva têm as mesmas caras,
mercê do tempo, de seu modo de fazer
e da coragem de dizer e de amar.
 
Levantemo-nos todos, de pé pelo Brasil!
O curso do tempo e das coisas vagará pelo anil,
Brasil, Brasil, de pé pelo Brasil!

Do livro inédito DE QUANDO O CORAÇÃO ABRE A CORDEONA, 1978/2004.
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 24/08/2005
Reeditado em 26/09/2005
Código do texto: T44815
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709641 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:47)
Joaquim Moncks