Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FORASTEIRO


 
Sou novo aqui por estas bandas.
Meu apresso ao lirismo de agora,
da casa, aqui do morador.
Sou viajante de outra terra,
lá também de poesias,
mas me apresso em aprender.
Quero ser um Shakespeare,
bêbado e insano, bem humano,
que eu seja desse lugar.
Quero deixar versos que não morram,
não me persigam..., fiquem.
Toda essa gente boa daqui,
há de lembrar um dia,do forasteiro,
que ousou sonhar essa casa,
esse meio que me viu chorar.
Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 25/08/2005
Código do texto: T45056
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
730 textos (54065 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:23)
Jose Carlos Cavalcante