Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU NUNCA ACREDITEI...

Ao Ensaio Eu Quase Acreditei, da poetisa Denise Souza Savergnini



 Pois eu nunca acreditei,
 ao contrário, só preguei:
 Esta cambada não me USA!      
 Mudança, sim, esperava.    
 Sabia! – vovó JÁ falava :
 ( “Quem  nunca comeu melado, quando come se lambuza”


Honesto tem muito sim,    
Trabalhador direito e afim!    
Mas político eu num sei não!    
Tem malandrão  boa fala,    
que guarda dinheiro na mala,
e até mesmo em cuecão


Mas olha aqui : liga  não...
Esqueça o tal  mensalão,
e também a vermelhinha!
É que a bandeira que clama,
o progresso em  Pindorama,
tem o cheiro  da “verdinha”!


Portanto amiga poetisa,
seu amigo é quem avisa:
Só há um sete um na parada!
Não se iluda, creia em mim:
Colher na  Tupiniquim?
Só arando a Esplanada!


Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 25/08/2005
Reeditado em 26/08/2005
Código do texto: T45138

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66375 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:03)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor