Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para que veio o poeta

Para que veio o poeta?
Veio pra contrariar
veio pra rasgar a carne, e libertar os pensamentos
para pisotear em cima das utopias da sociedade
ser comido, degustado, deglutido, ruminado e cuspido
pra fora com a palavra sana.

Ser enterrado todos dias nas mais negras terras
apodrecer e transformar-se em adubo
pára arvores da sabedoria.

Veio para desprender-se da palavra
e enviá-la aos ventos;
Palavra dita, não pertence mais ao locutor,
e sim aos ouvidos alheios com suas interpretações.
Correndo perigo assim, sem valorizá-lo.

Esses poetas, “gestados” em pensamentos
constroem amores no caos
destroem o caos com amores.

Em prosa, em verso
transformam seus dizeres em fumaça
que a consciência traga e traduz.
O perfume do inexplicável
é convertido na mais pura fragrância.

Veio para transformar em colo doce,
a vida amarga, que amargura os corações,
entrelaçar dedos de mãos opostas,
mostra que o por do sol
é mais lindo quando visto com quatro olhos.

Aconchegando ao peito amado
transbordando coração
converte em sentimentos
palavras, textos, e idéias
para tentar mostrar ao que veio.
JorgeBraga
Enviado por JorgeBraga em 01/09/2005
Reeditado em 10/02/2011
Código do texto: T46680
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JorgeBraga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 51 anos
152 textos (3360 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:01)
JorgeBraga