Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amar, amar, amar...

Quanto vale a vida?
Uma pergunta que sempre fazemos
Quando algumas cenas vemos
Uma morte repentina por exemplo

Quanto vale a vida?
Pra que tanta prepotência
Querer ser tudo  e de  repente
Ver  que quase nada valeu a pena.

Quanto vale a vida?
Se tudo fica para trás
Somente permanece o bem que se faz
Somando se a nossa existência

O tempo passa depressa
O outro dia é uma surpresa
A noite vem após o dia
Deixando um vale de tristeza

Amar, amar, amar...
Esta deve ser a regra
Para que vale a pena
O dia que deixarmos a terra.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 02/09/2005
Reeditado em 02/09/2005
Código do texto: T47054
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219332 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:23)
Ataíde Lemos

Site do Escritor