Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Majestoso equívoco


(Desabafo de Diane)


Agora  eu vou “fechar o tempo”
Fechar a boca engolir a palavra
Fingir que não sinto este nó na garganta.
Secar os olhos prende-los num ponto cego.
Só pra não ter que dizer mais nada!
Só pra não lhe ser mais nada!
Só pra machucar o teu ego!

És rei das diversas situações
Com todo poder e glória nas mãos
Agora te escapo por entre os dedos
Eu que guardo os teus maiores segredos,
Que tratei-o com tanto amor e zelo
Fui com certeza o teu melhor brinquedo
Dou-te as costa e vou embora.

E não vou olhar pra traz
Não vou sucumbir à vontade de ficar.
No teu trono, pra mim não há espaço
E tu não sabe uma coisa tão minha:
Não sei estar contigo sem ser tua rainha!
Não posso ser menos que o seu tudo
Eu já me acostumei a ser a sua Vida.

Vou embora Rei! Beijar-lhe a mão não vou!
Tu que outrora me beijou os pés!...
E não é por maldade ou picuinha
Beijar-lhe-ia o chão que pisas,
Lamber-lhe-ia as feridas se as tivesse
Se soubesses pedir-me como sendo eu tua rainha
Como soubeste fazer quando inventou de me querer
Havia tantas outras à tua disposição
Foste escolher logo uma que não lhe dobra a espinha?!

06/09/2005
Marilu Santana
Enviado por Marilu Santana em 06/09/2005
Código do texto: T48121
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilu Santana
Paulista - Pernambuco - Brasil
204 textos (37058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:15)
Marilu Santana