Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
EGOÍSMO

Enfim descobri...
Que você nunca foi minha.
Que seu amor...
Não pertence a ninguem.
Você era ilusão...
A incerteza, o incógnito amor.
Tu foste, a duvida...
A dor, o sentimento negativo.
Tu foste, o ódio...
O egoísmo, o orgulho ínfimo.
A mentira que flui...
Num coração, doente e vazio.
Fostes o flagelo...
Entre mentiras e verdades.
Fugistes...
Do amor, da esperança.



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 10/09/2005
Reeditado em 28/04/2007
Código do texto: T49170
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:40)
Volnei Rijo Braga