Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natureza do mal

Por uma mulher amada
Um motivo egoísta e tolo
Gregos convocaram toda sua armada
Para dizimar todo um povo
E lá estava Tróia a ser atacada
Por Helena, raptada por um troiano
Mas era um pretexto para o general
Este que se chamava Menelau
Agora me pergunto se o ser humano
É por natureza muito mal.

Trezentos mil romanos nos coliseus
A assistir a um espetáculo fatal
Uma luta para Zeus
Onde um gladiador com um punhal
Aniquila todos os pigmeus
E os nobres saciando desejos terranos
Ao mostrar o pelejar mortal
Fazendo de tudo um bacanal
Agora me pergunto se o ser humano
É por natureza muito mal.

Nos calabouços os pagãos
Qual os padres vão torturar
Pois eles não são cristãos
E os tectônicos nas cruzadas a matar
Mulheres chorando: "por favor não!"
Passaram, mataram, causaram danos
Esse exército papal
Comandado por uma rei general
Agora me pergunto se o ser humano
É por natureza muito mal

O que me diga o Afeganistão
Agora o chamam de Afeganistavam
Pois eles não estão mais não
A um ano atrás os EUA os bombardeavam
Eles diziam tomar uma ação
Para acabar com os profanos
Para acabar com o terrorismo mundial
O Iraque atacaram como um canibal
Agora me pergunto se o ser humano
É por natureza muito mal

Porém vejo seres bons
Aqueles a que ainda restam almas
Mas abafados são por aqueles com
Lampejo se desalmam
Mas tocam em baixos tons
Ajudando de ano em ano
Aqueles que sofrem de demaisado mal
E necessitam de ajuda tal
Agora me pergunto se o ser humano
É por natureza muito mal.
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 13/09/2005
Reeditado em 23/12/2007
Código do texto: T50223
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 29 anos
246 textos (25430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:55)
BOI (Luciano Alencar)