Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPELHO

Eu vi um homem solitário,
Plantando suas pegadas no caminho,
Imaginárias flores sem espinhos.
Eu vi um homem solitário,
Que diante do espelho sentia medo,
De olhar com esperança o seu futuro,
Guardava dentro do peito o seu amor,
E com isso não percebia que poderia ser correspondido.
Limitado ao que o espelho dizia,
Vivia ele sem crença na felicidade,
Assim os dias foram passando,
E o homem solitário continuou seu sonho de liberdade,
Sem nunca acreditar no que sentia,
Um dia ao olhar para o espelho,
Sua imagem distorcida, sem vida,
Percebeu que o seu grande amor havia partido,
E que seu coração estava vazio,
Eu vi um homem solitário,
Morrendo aos poucos de tristeza diante daquele espelho.
05/02/02
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 14/09/2005
Reeditado em 01/08/2016
Código do texto: T50415
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 00:58)
Sonia Ferraz

Site do Escritor