Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rabisquei palavras

Rabisquei palavras


Hoje...
Sentindo-me, triste sem saber o que fazer.
Pensei escrever...
Talvez fosse a melhor solução no momento.
Por esta razão...
Resolvi, colocar no papel, o que eu sentia.
Rabisquei palavras...
Sem nexo, vazias, sem o mínimo argumento.

Fui para rua...
Fazer perguntas, buscando algumas respostas.
Vi muito ódio...
Muitas perguntas eu fiz, respostas não consegui.
Minha tristeza persiste...
Voltei aos meus rabiscos, conseguindo escrever.
O que na rua colhi...
Na voz do povo a revolta, falta de calor eu senti.

Confiar em quem...
Estes foram meus pensamentos, e nossa esperança.
Onde fica...
Nas promessas feitas, que jamais serão cumpridas.
Ou num plenário...
Onde julgam corruptos, que jamais serão punidos.
Para nossa tristeza...
Continuaremos a mercê, de ambições desmedidas.

                                       

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 16/09/2005
Código do texto: T50849
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147465 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:21)
Volnei Rijo Braga