Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chama

eu sentei para escrever
algo original
só consegui ser tacanho
piorar o sem igual.

eu sentei pra escrever
como quem chega
para brigar
para lutar
para impor
uma idéia
para se purificar
eu sentei para escrever
como quem vai a guerra

e hoje estou aqui
pronto para vociferar
aquilo que me consome
aquilo que me mata
aquilo que chama
eu posso não ter nada
posso não ser nada.
mas por sorte ou azar
eu tenho a chama
que me consome.
Thiago Marx
Enviado por Thiago Marx em 17/09/2005
Código do texto: T51156
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Marx
São Paulo - São Paulo - Brasil
25 textos (978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:55)