Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Auto-analiso-me


Auto-analiso-me

Nada penso...
Se pensar, na faço.
Divago, vago...
Busco pensamentos.
Para neles penetrar.
Pensar como eles
Ou não pensar.
Nada procuro, busco.
A necessidade,
Em alguns momentos
De ouvir pessoas
Ou sentir...
O que elas pensam.
O que tem na cabeça.
Nada consigo, me aquieto.
Auto-analiso-me.
Faço-me perguntas.
Porque deste meu pensar?
Não tenho respostas.
Perdido, fico, apenas um fio.
O fio da meada,
Tento encontrar não consigo.
Então divago, falo alto.
Grito por socorro nada.
Pensamentos se transformam
Em fios resistentes
Fazendo-me prisioneiro.
Nesta meada de pensamentos
 
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 17/09/2005
Código do texto: T51165
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:00)
Volnei Rijo Braga