Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu inconsciente escreve:

Eu estava a andar pela rua

quando o ódio renasceu a obscuridão da assassina

Obrigação feita pela preocupação mata me a cada dia

passageiro

Enquanto escrevo vou querendo comer mas preciso ensaiar

cansar, dormir, preocupar, acordar, ódio, aparência enganosa

Sete caminhões é um luxo para o natal de onde eu não tenho

tanto dinheiro assim para ganhar na solidão que vivo em um

mundo de preocupaçãoes onde nada mais vale o tanto que eu

desejava, vale apenas no meu desejo de que tenha valor,

assim o colégio me ensina a odia-lo e um dia não serei

feliz porque hoje não sou e penso que nunca serei.
T a n
Enviado por T a n em 18/09/2005
Código do texto: T51581
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
T a n
Condeúba - Bahia - Brasil, 27 anos
31 textos (2090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:59)
T a n