Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

atacado

Está tudo parando
aos poucos percebo
que a minha engenuidade
misturado com a minha bondade
faz com que seja sempre
atacado cruelmente
pelas costas
sei quem são estes
que me fazem mal
mais não consigo
combate-los
prefiro pensar
em meu amor
ao invés de me
rebaixar ao que
eles são
meus poucos amigos
são meu consolo
nesta vida em que
sou cruelmente
destruído por estes
pobres mortais
que um dia
serão julgados
e sentenciados a dor
que proporcionaram
aos outros
posso compara-los
a besta lendaria
de três cabeca
que matava
sem se importar
com a vida dos outros.
anjo da noite
Enviado por anjo da noite em 21/09/2005
Código do texto: T52268
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
anjo da noite
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
27 textos (1147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:35)
anjo da noite