Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ÚLTIMO SENTIMENTO

Nesta manhã tudo está igual
ainda sinto na boca
o gosto amargo do fel
Meu corpo ainda traz o sal
das lágrimas sentidas
que me molharam
dilaceraram
cortaram
cobrindo-me de todo mal
O mal dos sentimentos
envolvimento
o mal de amar
suportar
esperar
Tropeço em mim mesma
no que fui
e no que nunca serei
Talvez tenha sido ridícula
por acreditar
num falso sonho de amar
na linda história de amor
Me atirei num abismo
este inferno foi o que sobrou
Nem minha sombra me quer
estou só
não sou ninguém
Sinto as dores
são fortes
horrorres
E este é meu último sofrimento
inspiração
desilusão
o meu último lamento
Jogo fora agora
minh'alma
e meu coração
tudo foi um tormento
humilhação

05.Abril.2005
18h27
ITANHAÉM   SP
Míriam Torres
Enviado por Míriam Torres em 25/09/2005
Código do texto: T53652
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Míriam Torres
Itanhaém - São Paulo - Brasil
307 textos (17335 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:21)
Míriam Torres