Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do desespero

Nunca mais lhe falarei de beijos ,
Nunca mais lhe chamarei de amor,
Para não ferir a quem desejo ,
Para não lhe causar dissabor.

Não mais lhe revelarei os anseios ,
Nunca mais lhe sentirei o odor,
Não mais repousarei em seus seios ,
nunca mais lhe cativarei o sabor .

Sua ausência é faca cega que esfola,
Nela enxugarei minhas lágrimas,
Num só poema semearei sua flor.

Nesse poema desterrarei min`alma,
Angustiado exilarei meu sonho,
Nele esquecido vou penar minha dor.


Do livro Fogo de Lua & outros poemas.Recife:UBE/PE,2004,p.64.

PS: Todos os meus poemas estão devidamente registrados no escritório de direitos autorais da Fundação Biblioteca Nacional/Rio de Janeiro/Brasil.






odmar braga
Enviado por odmar braga em 25/09/2005
Código do texto: T53815
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
odmar braga
Paulista - Pernambuco - Brasil, 64 anos
29 textos (23898 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:02)
odmar braga