Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM MÁQUINA

O HOMEM MÁQUINA,
DESTRÓI O QUE É BELO,
O QUE É NATURAL;
CONSTRÓI DEPOIS,
TUDO DE CONCRETO,
TENTANDO FAZER IGUAL.

MAS, NÃO É POSSÍVEL,
E ELES DESTROEM,
COM GANA DE PODER.
QUEM SERÁ O MAIS PODEROSO?
O MAIS RICO?
O MAIS FAMOSO?

É COM ISSO QUE SE PREOCUPAM;
E SE ESQUECEM DE TUDO,
TUDO O QUE É VERDADEIRAMENTE IMPORTANTE.

FALAR DE AMOR É PIADA,
AMAR É BOBAGEM;
E, TODOS MORREM DE FOME.

E O APOCALIPSE VAI CHEGANDO RAPIDAMENTE,
E NINGUÉM VÊ,
NINGUÉM OUVE.

E ELES CONSTROEM,
ELES DESTROEM,
E, A MÁQUINA VAI ASSUMINDO O PODER.

O HOMEM A CONSTRUIU,
NELA, SE TRANSFORMOU,
E ELA O DESTRUIRÁ.

Vera Ribeiro Guedes
Enviado por Vera Ribeiro Guedes em 27/09/2005
Reeditado em 31/03/2008
Código do texto: T54363

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.recantodasletras.com.br/autores/vera). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Ribeiro Guedes
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
131 textos (41800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:12)
Vera Ribeiro Guedes