Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ECOS DO SILÊNCIO

Sinto tanto a tua falta
mas tenho que ir
Não me peça pra sorrir
muito menos
pra dizer que
está tudo bem
Não, não está!
Nem precisa perguntar
Vou indo
porque tenho que ir
Não posso parar
mas não sei pra onde
não há um lugar
Nem sei por que
nada sei sem você
Essas lágrimas incontroláveis
não queria que
fosse assim
Mas sonho demais
quero demais
e na carência, angústia
fome, necessidade
que não passam
não tem fim
Vou
tenho que ir
nem adianta gritar
você nunca vai me ouvir

30.Abril.2005
19h42
ITANHAÉM   SP
Míriam Torres
Enviado por Míriam Torres em 28/09/2005
Código do texto: T54521
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Míriam Torres
Itanhaém - São Paulo - Brasil
307 textos (17335 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:39)
Míriam Torres