Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A mosca da minha sopa

Não venha me perturbar
pare de me procurar
estou muito bem resolvida
e também de bem com a vida!
Estou tendo a santa paciencia
Você é um pentelho encravado
Uma mala sem alça e rasgada
e ainda por cima pesada
É a mosca da minha sopa
vou ter que lhe vomitar
Estou dando o meu recado
não quero ser mal educada
Estou cansada de lhe avisar
vai cuidar da sua vida
Vou mandar lhe dedetizar
eu não mereço esse carma
de ter sempre você ao lado
Não quero dizer palavrão
mas já estou perdendo a razão
Sua ficha não caiu
Acho que vou lhe mandar
para a senhora que lhe pariu
Acabo queimando seu filme
com sua turma babaca
Volte para seu monte de bosta
Você já perdeu a aposta
É melhor voar em outra direção!!!
Marly Caldas
Enviado por Marly Caldas em 02/03/2005
Código do texto: T5529
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marly Caldas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 77 anos
513 textos (27469 leituras)
2 e-livros (308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/16 07:37)
Marly Caldas