Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ah! Mulher Pernambucana.

Ah, mulher pernambucana!
Doce como o açúcar, do litoral e do sertão.
Moldada com massapê e melaço de cana.
Musas, que me abastecem de sonhos e inspiração.

Forte, aguerrida e valente,
Tua coragem está registrada na terra sofrida.
Das primeiras Evas, és descendente,
Do Tejucupapo a Maria Bonita.

Filhas dos sonhos que vieram nas naus.
Filhas da pureza dos nativos que encanta.
Filhas do invasor vindas da Holanda de Nassau.
Filhas D'África, da liberdade gritada pela garganta.

És uma mistura de muitos amores.
Sem uma fôrma única e original.
Na tua pele, combinam muitos sabores.
A ti, não existe nada igual.

Ah, minhas lindas pernambucanas,
Percebi parte do amor que te gerou,
No sorriso das Evas africanas,
Terra por onde hoje eu estou.
EMERSON DANDA
Enviado por EMERSON DANDA em 02/10/2005
Reeditado em 23/12/2012
Código do texto: T55689
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EMERSON DANDA
Toritama - Pernambuco - Brasil, 52 anos
100 textos (76634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:30)
EMERSON DANDA