Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poema que não foi para mim

Como lhe dizer de madrugada
Como é grande o meu amor por você
Que você é minha amada
Amada da madrugada
Que tanto me faz sofrer
Que some durante o dia
e desaparece assim que anoitece
Que me traz desasossego
Que me faz enlouquecer
E não deixa eu lhe esquecer
Me faz perder o sono
Encontrar a madrugada
Procurando por você!
Marly Caldas
Enviado por Marly Caldas em 03/03/2005
Código do texto: T5584
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marly Caldas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 77 anos
513 textos (27469 leituras)
2 e-livros (308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 00:36)
Marly Caldas