Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA SOLIDÃO DA NOITE

                                    ****************
Na solidão da noite
                                     
Na solidão da noite.
Da minha janela ouvia
A vos de alguém que cantava.
Uma canção de amor
Eu escutava com emoção
Pois era a primeira vez.
Que eu ouvia, aquela canção.
E aquela voz triste chorosa.
Nos seus versos dizia.
Que seu amor havia partido.
Sem ao menos se despedir.
As noites se repetiram.
A canção era sempre a mesma.
Até que uma noite,
Sua voz, não mais ouvi.
Apenas o silencio, no ar ficou.
Eu me perguntava, por onde anda você.
Que sumiu, sem de mim se despedir.
De repente a tristeza, m’alma invadiu.
Sem saber porque, aquela canção.
Naquela noite, com tristeza eu cantei!
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 05/10/2005
Código do texto: T56777
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:29)
Volnei Rijo Braga