Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



           >>   A N J O    S E M    T E T O  <<
  (  DEDICADA  ÀS  CRIANÇAS  CARENTES )


                  Me  dizem  que  sou  criança ,
                  e  fico  à  me  perguntar ,
                  como  posso   ser  criança ,
                  se  não  tenho  família ,  nem  lar  ?

                 Fui  deixada  numa  caixa ,
                o  berço  onde  me  criei ,
                como  posso  ser  criança ,
                se  nem  o  meu  nome  eu  sei ?

               Minha  família , é  bem  grande ,
               gente  pequena  como  eu ,
               que  não têm  teto ,  nem  lar ,
               só  folhas  de  jornal , prá  do  frio  nos  abrigar .

              No  frio  chão  de  cimento ,
             olhando  o   céu  à  brilhar ,
             de  fome ,  eu  adormeço ,
             e ,  os  anjos  me  levam  à  sonhar .

            No  meu  sonho  colorido ,
           sou  cercada  de  carinho ,
           tenho  amor , e  tenho  lar.

          E  só  no  sonho  , eu  percebo ,
         mas , começo  à  despertar ,
         que  lá , onde   os  anjos  me  levaram ,
        de  criança ,  podiam  me  chamar .


                                               
                             florzinh@

                               

                             
florzinha
Enviado por florzinha em 05/10/2005
Código do texto: T56995
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Flozinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
florzinha
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
4138 textos (1194737 leituras)
5 e-livros (3402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:02)
florzinha