Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

desARMAmente

Olha a Maritaca
Olha a Maritaca
Olha
Olha a Maritava
Que a coruja
Está piando

Rouxinol
Cantou na laranjeira
Sabiá
Vingou-se da mangueira

Conheci
Uma alma prima
Que só falava de amor
Do outro lado
A própria rima
Esperimentava a dor

Olha a Maritaca
Olha a Maritaca
Olha
Olha a Maritava
Que a coruja
Está piando



 
Tatiana Cobbett
Enviado por Tatiana Cobbett em 08/10/2005
Código do texto: T57768
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Cobbett
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 56 anos
586 textos (22009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:20)
Tatiana Cobbett