Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRAGA OU CASTIGO

 Nadir A D'Onofrio



Vou relatar aqui
Um fato  que foi comprovado,
Devidamente fotografado.
Trata-se de ilustre senhor,
Conhecido...em Marinha Grande,
Como... O Galanteador.
Os maridos do lugar o detestavam,
Mas suas esposas o amavam...
Dizem as más línguas da região,
A mulher que o conhecer,
Jamais... dele esquecerá...
É famoso... esse D. Juan!
Essa razão é notória,
Pois o mancebo em questão,
È tido e havido, como o maior garanhão.
Só que o destino resolveu intervir,
Dando-lhe uma grande lição,
Deixou enroladinho seu cordão.
Acho mesmo que foi castigo,
Por ter saltado a janela,
Ao ver nua uma donzela...
Dizem que depois disso,
Anda triste cabisbaixo...
Nunca mais em sua vida,
Sentiu prazer em ver,
Desenrolado... seu precioso cordão....
Será mesmo castigo?
Ou praga de marido traído?

30/01/2004
Santos SP

Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 06/03/2005
Reeditado em 28/04/2011
Código do texto: T5821

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
941 textos (96685 leituras)
145 áudios (12768 audições)
18 e-livros (4283 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:54)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor