Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abra a janela

Abra a janela.
Se duvidas de mim,
desconhece a poeta.

Sou de carne e osso,
nascida mulher...

Meu corpo,
é áspero como as pedras,
que contornam o mar.

Nos rebentes, gotas,
ou lágrimas?

Este mar que avistas,
livre, da janela,
trouxe-me a face,
sem dor ou rancor.

Apenas fria,
como as pedras...
Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 10/10/2005
Código do texto: T58375
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:57)
Day Moraes