Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somente Mulher

Foi-se a infância.
Esqueço a inocência.
Não quero perdão,
nem súplica.
A boca é vermelha.
Desejos?
Não mais o rubor,
na face acanhada.
Quero o devaneio.
A carne quente.
O gozo escorrendo,
das entranhas.

Ser mulher,
somente.  
Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 10/10/2005
Código do texto: T58377
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:46)
Day Moraes