Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A senhora e sua foice

Com que coragem
Vem a solidão
Invade minha alegria com carruagem
Impiedosa como a escuridão

Traz consigo noite eterna
Ferramentas dilacerantes
Extravasam a carne terna
Causando dor exorbitante

Vem como pesadelo
Atormenta a criança adormecida
Invoca-lhe o medo
Transforma seu corpo em massa contorcida

Para desvecilhar-se dessa maldita
Não há outra solução corretiva
A não ser ferir a ferida
Abdicando da própria vida
Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 12/10/2005
Código do texto: T59083
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:26)
Gustavo Fernandes