Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Remonto em minha solidão

Se sou sozinho,
E trago comigo minha amargura,
É porque fiz meu caminho,
Sem apoio da ternura.

Se meu olhar é distante,
É porque ao longe esta a pessoa,
De quem um dia serei amante,
Dela que a lua cânticos entoa.

Se  pareço peregrino,
É fático a perdição,
Em furtivo destino,
Ou traiçoeira de destruição.

Pois se não agrado a ti
Não esqueça o que és pra mim,
Ante tua arrogância caia em si,
Para que tua boca proclame meu fim
Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 12/10/2005
Código do texto: T59113
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:35)
Gustavo Fernandes