Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOFRIDÃO ( SOLIDÃO +SOFRIMENTO)

cansei de esperar a esperança,
que a ferida deixasse de ser sentida,
do compasso lento da dança,
da dor fingida surpreendida.

Sei que sofro,
Não escondo.

A esperança às vezes se cansa,
com o descompasso da dança,
suspendida a dor fingida,
A ferida deixa de ser sentida.

Sei que sofro,
por isto escondo....

A dor antes fingida,
persiste na contradança,
insiste a esperança
que a dor é fingida.

Mas porque sofre tanto?

Será que não há esperança,
ou seria a dor fingida
que causa a dor sentida,
ou a música que ninguém dança?

Sei lá.
Sei que sofro,
mesmo a dor sendo fingida,
sinto a ferida.

A dor é tanta que me faz sangrar,
E você nem sabe que sofro.

Adão Jorge dos Santos
Enviado por Adão Jorge dos Santos em 14/10/2005
Código do texto: T59737
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adão Jorge dos Santos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
70 textos (8136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:25)
Adão Jorge dos Santos