Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Águia

Perguntas aonde vou.
Não perguntes,
nem siga meus passos.
Sou como a águia,
que plana em seu vôo,
e de lá,
livra-se das tempestades.

Voar...

Nas alturas perceber,
que o céu é menos denso,
o ar, de mais rarefeito,
que as chuvas,
são respingos como o orvalho,
e que aos ventos,
já não temo acompanhar...

Não perguntes, nem me sigas,
pois tuas asas,
ainda precisam de abertura,
teus pensamentos de firmeza,
e teus sonhos,
faltam tanto para sonhar...

Não me sigas!
Deixe-me voar...

Lá do alto,
sentirei o sol mais perto,
as estrelas,
brilharão com mais vigor,
e a lua,
será terna companheira,
das lembranças,
que alimento do amor...

Sinto-me Águia,
alcançando a liberdade,
em espaços nunca antes,
definidos.
Deixe-me neste vôo,
quem sabe, derradeiro,
arrastar comigo, teu gemido,
teu suspiro,
e o teu sorriso...
Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 16/10/2005
Código do texto: T60203
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:53)
Day Moraes