Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Danos


 Tens idéia dos danos que me causastes?
 Certamente que não.

 Como? Se é de gelo o teu coração!
 De crueldade a tua alma!

 De cálculos é a tua mente.
 Mentiras tem nos teus lábios!

 Maldade mora nos teus olhos.
 Piedade há muito te deixou!

 As dores de uma alma ferida não te incomodas.
 Teces a teia como uma "viúva negra",
 e com sopro de morte abates a vítima!

 Sem dó ignorastes a minha dor.
 E de amargura me cobristes!



Aurinete Alencar
Enviado por Aurinete Alencar em 17/10/2005
Código do texto: T60546
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aurinete Alencar
Campina Grande - Paraíba - Brasil
72 textos (6171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:42)
Aurinete Alencar