Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A.P ZAR

Apesar das melecas no nariz
ainda respiro poesia
Apesar da remela nos olhos
enxergo poesia
Nas coisas feias ou corriqueiras
meus dentes cariados
meus ouvidos encerados
vivem intensamente
A poesia invisível
aos seres comuns
Invisível aos seis sentidos

NO CONCRETO E NO ABSTRATO
SEM CRETO
E NO ABSTRATO DE TOMATE.
pedro carmo
Enviado por pedro carmo em 18/10/2005
Código do texto: T60793
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro carmo
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 34 anos
172 textos (5174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:02)
pedro carmo