Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma Réstia de Esperança

Fecham-se as cortinas,
Quebrando ao meio o ultimo raio de sol.
Na escuridão agora eu estou,
Na escuridão a minha alma mergulhou.

Mantenho-me apreensivo,
Já nada me seduz, já nada me conduz.
Apenas uma réstia de esperança ficou,
Resultado da luz que pela janela entrou.
João Filipe Ferreira
Enviado por João Filipe Ferreira em 22/08/2007
Código do texto: T619103

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Filipe Ferreira
Portugal, 37 anos
217 textos (13975 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:10)
João Filipe Ferreira