Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SOLIDÃO

Substantivo, é a solidão,
Sem gênero, número ou grau.
Bem... ha quem diga que é singular...
Não, ela é própria, e comum,
Talvez seja plural,
Não por si própria,
Mas pela coletividade que abrange.
Ha solidão em tudo:
No amor, na dor... na paz;
No som, na cor, no ar;
No dia, e principalmente na noite.
Na solidão da noite se pensa
No que já foi, e no que será,
Mas não se pensa jamais no que é.
A solidão não se deixa solitária,
Ela é companheira incondicional,
então, não se conversa com a solidão?
Sim...só não se tem reciprocidade.
A solidão é egoísta,
Não se divide com ninguém.
Pois ao se dividir ela evolui.
Simplesmente deixa de ser solidão,
Vira uma coisa parecida
Com a saudade e a amizade:
Talvez seja o meio termo.
Ah solidão, você que me acompanha,
Sinto muito, mas não dá mais,
A química ou a física entre nós
Acabou, então só me restadizer:
Adeus solidão...ou até mais.
fabiana macedo
Enviado por fabiana macedo em 22/08/2007
Código do texto: T619464
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fabiana macedo
Araripe - Ceará - Brasil, 31 anos
30 textos (769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 13:05)
fabiana macedo