Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOS CHAPADA

É minha velha Chapada
Não há quem te reconstrua
É triste ver-te abandonada
Igual a um ébrio na calçada
À meia noita à luz da lua

Tuas ruas,teus labores
Tuas plantas,tuas flores
Tudo em ti hoje é triste
E só o que em ti existe
São dores,ais e desamores

Onde estão teus moradores?
Que sumiram com ardores
E não resistiram a façanha
Ao sentir decepção tamanha
Dos teus administradores

Hoje em tuas avenidas
Não se vê as margaridas
Exalando o seu perfume
O que se vê é o mau costume
Dos capatazes de boa vida
Onde está tua justiça?
Ela dorme ou tem preguiça
De agir em teu favor?
será que é  falta de amor
Ou é por causa da cobiça?

Mas um dia aparecerá
Eu não sei  d'onde virá
Alguém para te assumir
E com certeza o teu porvir
Como estrela brilhará.
Vasquinho Violeiro
Enviado por Vasquinho Violeiro em 23/08/2007
Código do texto: T619865
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vasquinho Violeiro
Jussara - Bahia - Brasil, 43 anos
13 textos (1050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 23:53)