Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cada um é todos

Vejo o ir e vir da multidão
Vejo uma imensa confusão
E em meio a multidão
Cada ser uma nação

Ouço o borbulhar de idéias poucas
Em meio a pensamentos relapsos
Ideais perdidos,comportamentos em série
Vejo a impossibilidade de ação

Em meu coração ideais
Idéias muitas em vão
Lutas na contramão
Tentando uma resolução

Em meio a multidão
Poucos buscando salvação
E o que tento buscar então
Esperança pra essa situação

Há ferrugem nos sorrisos
Mas há esperança nas mãos
E então o que é preciso
Lutar com compaixão

Cada um e todos
Cada um é todos
Vamos lutar por nós
Lutando pelos outros

Olhe para o mundo
Cada segundo
Cada vida
Sinta a brisa e a esperança no ar

Gritar,gritar,gritar
E quem sabe um dia chegar
ao coração de quem escutar
Cada um e todos
Débora Souza
Enviado por Débora Souza em 23/08/2007
Reeditado em 27/08/2007
Código do texto: T620797

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Souza
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
3 textos (131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 03:10)
Débora Souza