Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prefiro o coração em balanço de rede

Demais é pesado
Difícil de carregar
Soltar velhas amarras pede olhar de novo
Com olhos de criança

Rever o caminho
Marcar o prumo
Conhecer o trajeto
Não nos assegura
Acerta-lo; é como
Cascos batendo na rua cinza de pedra escura
Perdida em lânguida neblina enfraquecida

Superar obstáculos exige força esquecida
Força reacendida

Prefiro o inseguro
Fico com o futuro

Prefiro o coração em balanço de rede
Em sons de lenha queimando
Em sono pesando

Prefiro a mente invadida de paz
Como criança brincando
Solta em mundos de magias
Aleatórias
Está no real
Tem o ideal
Sente dó
Mas não consegue ser  o igual.




Lyra
Enviado por Lyra em 24/08/2007
Reeditado em 14/03/2008
Código do texto: T621712

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lyra
Curitiba - Paraná - Brasil, 54 anos
79 textos (7157 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 08:22)
Lyra