Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SALVEMOS A AMAZÔNIA


A mata já não é virgem
Foi deflorada por desalmados
A cada dia abertamente
Sofre vergonhosos atentados

Não podemos silenciar
Porque isto é consentir
Salvemos nossa Floresta
Antes da última árvore cair

Os rios poluídos gemem
Pedem socorro a clamar
Ainda há tempo de salvá-los
Não podemos esperar

Os peixes estão dopados
De tanta poluição inalar
Os que ainda restam
Não servem pra alimentar

A população amazônica
É muito desrespeitada
Seja indígena ou ribeirinha
Tem a dignidade roubada

A destruir o que Deus criou
A ganância e o dinheiro estão
A falta de consciência e amor
Conduz o homem à destruição

Pra salvar o que resta
Precisa o povo lutar
Descruzar os braços, abrir a boca
Fazer manifesto, bradar.

Amazônia, o pulmão do mundo
Pertence a nossa nação
Não pode o povo brasileiro
Calar, ficar sem ação.



 

 Com som em :
http://www.marineusantana.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=621729

marineusa
Enviado por marineusa em 24/08/2007
Reeditado em 24/08/2007
Código do texto: T621729

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 72 anos
1726 textos (325837 leituras)
39 áudios (29670 audições)
18 e-livros (9106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:14)
marineusa