Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TAPA DE LUVAS
 
Que ironia foi esta que trouxe a mim
Alguém que havia sido o fim do meu começo?
Pois conseqüentemente eu também não me esqueço
Que foi o dito alguém, o início do meu fim...
 
Com o pedalar dos anos a vida eu refiz
Conseguindo viver, melhor, sobreviver
Distante do teu vulto que fez florescer
Aquele morto amor que me fez tão feliz...
 
Já que estás do meu lado e pedes que eu te ajude
Confesso-te que te amei muito mais que pude
E hei de te acolher e estancar-te a dor...
 
Aqui terás comida, teto, afeto e abrigo,
Meu peito acolhedor e os mimos de um amigo,
E tudo o que quiseres... Menos meu amor!
Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 24/08/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T621986

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nizardo Wanderley
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
679 textos (92706 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:33)
Nizardo Wanderley

Site do Escritor