Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM SONHO

                  Para Eudaldo, um amigo guerrilheiro

Nossa escola... minha memória
um porão... meu inconsciente
Agronomia... Biblioteca,
de repente entre livros e panfletos
a tua boina e tua mochila.

E dentro de empoeirados escaninhos
novos despojos do herói guerrilheiro
calça Lee, camisa cáqui
e uma bota de campanha
envolta no verde de uma jaqueta
do Ipanema Futebol Clube.

E atrás daquela estante
cheia de livros em alemão
a arma que não te deram
a chance de disparar
em tua defesa.

Reúno, surpreso, teus despojos
penso usá-los
e sair por ai
perpetuando a tua lembrança.
Mas como caber meu corpo franzino
na roupa que vestiu teu corpo forte?
E os meus pés frágeis
em tuas botas de andarilho?

Restam a boina, a arma e a mochila.
Na mochila guardarei os sonhos
alimento do meu dia a dia;
a boina até que me pega bem
porei a estrela de Che.

Enquanto penso o que fazer da arma
ela escorrega-me das mãos
e dispara rajadas de rosas
alternadas com pão e vinho
que inundam a Biblioteca,
saindo por portas e janelas
ganhando ruas
de todas as cidades
transfigurando a nação.



Nota: Eudaldo Gomes da Silva, estudante de agronomia da Universidade Federal da Bahia era militante da VPR (Vanguarda Popular Revolucionária). Foi banido do Território Nacional, para Argélia, em troca do embaixador alemão sequestrado em 16/11/1970. Tendo retornado clandestinamente ao País, foi trucidado, juntamente com outros militantes, na Chácara São Bento, no município de Paulista, Pernambuco, em janeiro de 1973. Ver: http://www.desaparecidospoliticos.org.br/perus/9.html
Cyro Mascarenhas
Enviado por Cyro Mascarenhas em 24/08/2007
Reeditado em 10/06/2012
Código do texto: T621996

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=17639). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cyro Mascarenhas
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 73 anos
1387 textos (129714 leituras)
2 e-livros (860 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 00:00)
Cyro Mascarenhas