Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto







Morre um amor...


Triste confirmação tive
assim que percebi, não me contive.
Desceu-me a alma ao abismo,
fui alguém que já passou,
esse amor louco eu não detive...

A minha maior saudade
é daquele que nunca foi meu,
dos sonhos que nunca sonhei,
mas que amando realizei
e por incapacidade não conservei...

Minha morte é anunciada,
meu último dia vi nascer
colorido por um cinza-desiludido
sou um erro confesso
e não me incomodo por morrer...






TRANSPARêNCIA
Enviado por TRANSPARêNCIA em 24/08/2007
Reeditado em 10/05/2011
Código do texto: T622225

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Suavidade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
TRANSPARêNCIA
Campinas - São Paulo - Brasil
732 textos (39468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:32)
TRANSPARêNCIA