Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLUÇOS SECOS

Está doendo, meu Deus, está doendo!
Preciso falar dessa dor...
Mas só posso dizer que dói demais,
Preciso do remédio que fôr!

Soluços secos... quem diria?
Quem apostaria em tal absurdo?
Minha dor infinita, lateja,
Não há nada que possa repôr!

À minha existência, o calor
Que antes havia... hipocrisia...
Ematoma certo.

Agora é tarde. Sua valentia,
Falou mais alto à serventia...
Só resta a dor... a dor!
RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 22/10/2005
Reeditado em 30/11/2005
Código do texto: T62457
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
193 textos (20239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:56)