Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Absurdos

Porque existir é absurdo.
Vida,e abstinências...
Tatear o momento,lamber
A existência com os olhos
Arregalados,fixos no
Que se vai num piscar de olhos.
Absurdamente rápido...
Lampejos de emoções vencidas
Ultrapassadas,atropeladas...
Viver, é aburdamente perfeito
Tropeçar nos defeitos e achar graça.
Tudo passa...
Amores absurdos,
Beijos absurdos.
Tatear a tela,
A janela entreaberta,
Entreatos manuseados,
Pela mão da vida.
Resistir é absurdo,
Gemer por dentro...
O gozo da alma,
É deixar-se morrer
No absurdo absoluto
De viver,intensamente.
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 28/08/2007
Código do texto: T627112

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60409 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:55)
Luciane Lopes